NUCE Concursos

ÁREA RESTRITA

» Cadastre-se agora

» Esqueci a senha
Quer ter acesso a informações e serviços exclusivos?

Notícias

23-08-2010

30 mil oportunidades em concursos até 2014.

Os interessados em ingressar nas carreiras públicas podem se preparar para a maratona de oportunidades reservadas para os próximos anos. A União planeja abrir mais de 30 mil vagas em concursos até 2014, em postos dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Os salários vão de R$ 1,9 mil a R$ 14,5 mil e, até o fim do ano, ao menos seis dessas seleções já aprovadas pelo Ministério do Planejamento terão seus editais publicados. O boom para os próximos anos incorpora, entre outras, a necessidade do Estado de renovar uma parte do seu quadro de profissionais que envelheceu nos últimos anos.
 
Somente na Polícia Federal e no Banco Central, são quatro mil vagas abertas para cobrir a aposentadoria de servidores. De acordo com levantamento feito pelo Ministério do Planejamento, 85% de todos os funcionários públicos ativos devem entrar em condições de encerrar sua vida profissional como servidores até 2015. "O governo está com um problemão que já não é mais de uma gestão ou de um partido específico, mas se trata de manter a máquina pública com condições mínimas de funcionamento", avalia o diretor-presidente do Gran Cursos, José Wilson Granjeiro.
 
Dentro das milhares de vagas previstas, o órgão que mais pretende contratar é o Ministério Público da União (MPU). Além da seleção deste ano, com prova marcada para 11 de setembro, o Senado aprovou o projeto de lei que autoriza a criação de mais 6.804 vagas de analistas e técnicos a partir do ano que vem. Os postos serão distribuídos na proporção de 25% por ano, cerca de 1,7 mil vagas por concurso.
 
As seleções da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal, normalmente muito disputadas, deverão incorporar cinco mil profissionais entre papiloscopistas (especialistas em identificação), agentes administrativos e policiais rodoviários. Os salários nos casos das polícias podem atingir até R$ 7,5 mil. Os maiores ganhos, no entanto, estão nas carreiras de procurador da Fazenda, do Banco Central e para advogados da União, que deverãoingressar com ganhos mensais de R$ 14,549.
 
Outro fator que aumenta a urgência da contratação de funcionários é a data-limite (2011) para a substituição de profissionais terceirizados no serviço público por concursados. Na avaliação do advogado especialista em concursos José Vânio Sena, a troca dos profissionais contratados temporariamente é fundamental para melhorar a eficiência do serviço público. "Há uma preferência de alguns órgãos em contratar temporários que precisa ser ajustada", afirma. A seu ver, além de evitar o favoritismo, os concursos naturalmente selecionam profissionais melhores, o que contribui para uma gestão pública mais eficiente.
 
 
 

Compartilhe

NUCE - Núcleo de Concursos Especial
Rua Joaquim Felipe, 60 Boa Vista (ao lado da Celpe) - Recife - PE
Fone: (81) 3198 1414
Criação de Sites e Comunicação Digital: Agência Qualitare